Pesquisa Data M: Castelo lidera seguido por Edivaldo Holanda Júnior. Washington já chega a 7,8% dos votos

Pesquisa realizada pelo Instituto Data M, dirigido pelo jornalista José Machado, mostra que João Castelo (PSDB) segue isolado na liderança pela disputa de prefeito de São Luis, seguido por Edivaldo Holanda Júnior (PTC) , logo em seguida vem Tadeu Palácio (PP) e Washington (PT).

Os números da pesquisa Data M, registrada em 14 de agosto de 2012,  através do protocolo 00093/2012 do TSE e que ouviu 800 eleitores, no quesito de intenção de voto estimulado, são os seguintes:

João Castelo (PSDB) – 33,2%

Edivaldo Holanda Júnior (PTC) – 22,4%;

Tadeu Palácio (PP) – 13,9%

Washington Luís (PT) – 7,8%

Eliziane Gama (PPS) – 5,8%

Haroldo Sabóia (PSOL) – 2,3%

Marcos Silva – (PSTU) – 1,6%

Edinaldo Neves (PRTB) – 0,4%

Essa nova pesquisa da Data M traz poucas novidades, ou seja, permanência natural de Castelo na liderança, crescimento esperado de Holandinha e queda acentuada de Tadeu Palácio, que pode ser explicada, principalmente, pelo desgaste que o candidato do PP sofreu nas últimas semana em função da luta contra a impugnação da sua candidatura.

A pesquisa mostra ainda que o candidato Washington, do PT, mantém tendência de crescimento e deve alcançar dois dígitos já nas próximas pesquisas, sobretudo depois do início dos programas eleitorais no rádio e na tevê.

E por falar no candidato Washington, o blog do jornalista Marco D’Eça comete um exagero ao considerar como “esvaziamento” a candidatura de Washington tão somente porque dois candidatos a vereador da coligação “Juntos Por São Luis”, liderada pelo petista, não têm sido leais ao candidato do PT.

Um é Osmar Filho (PMDB), candidato que concorre à reeleição e que todos sabem que só tem compromisso consigo mesmo. O outro é o candidato do PT, Marlon Botão, que cometeu o desatino de recorrer á Justiça para não ser obrigado a pedir voto para Washington no horário gratuito do TRE. Na verdade, um mero factoide de Botão ganhar um destaque na mídia, só isso.

São esses dois casos que fazem D’Eça falar em “esvaziamento” e “debandada” ao se referir à candidatura de Washington, como se pouca coisa fossem os apoios efetivos que Washington tem tido de candidatos como Fábio Câmara, Clara Moreira, Helena Duailibe, Kátia Lobão (todos do PMDB); e de Honorato, Kleber Gomes, Joab, Raimundão, Aluísio Moreno (todos do PT), Pedro Lucas Fernandes (PTB), entre tantos outros.

Mas é assim mesmo. Enquanto “as coisas não acontecerem”, leituras pessimistas da candidatura de Washington continuarão a ter destaque na blogosfera nativa, inclusive dos aliado.

Agricultura familiar receberá R$ 32,4 milhões para apoio à distribuição de alimentos

Agricultores familiares de 72 cidades do País vão ganhar mais um auxílio na distribuição de seus produtos. O Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome está investindo R$ 32,4 milhões para implantar unidades de apoio à distribuição de alimentos da agricultura familiar em municípios dos Territórios da Cidadania que participam do Programa de Aquisição de Alimentos (PAA). Essas regiões têm baixo Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) e alta vulnerabilidade social.
O resultado final do edital nº 03/2012 foi publicado na sexta-feira (3) no Diário Oficial da União. Cada município receberá R$ 450 mil, que poderão ser usados para financiar os projetos de arquitetura e engenharia, a execução física das obras e a aquisição de veículos, equipamentos, materiais permanentes e de consumo novos. As prefeituras selecionadas precisam investir de 1% a 3%, dependendo do número de habitantes e da localização.
Das 72 propostas selecionadas, 42 são destinadas à instalação da primeira unidade de apoio. Do total, a maior parte está no Nordeste (40,3%), seguida do Sudeste (22,2%), Sul (16,7%), Norte (11,1%) e Centro-Oeste (9,7%).
Programa Nacional de Alimentação Escolar
As Unidades de Apoio à Distribuição de Alimentos da Agricultura Familiar são espaços físicos estruturados e equipados para ajudar na distribuição dos gêneros alimentícios oriundos da agricultura familiar, principalmente, aqueles que são comprados por meio do PAA e do Programa Nacional de Alimentação Escolar (Pnae).
Essas unidades também apoiam a comercialização direta da produção da agricultura familiar nos mercados locais e regionais, em projetos de inclusão social e produtiva, além de fortalecer sistemas agroalimentares de base agroecológica e solidária.
Esse é o segundo edital do MDS para implantação das unidades de apoio à distribuição. Em 2011 foram destinados R$ 11,7 milhões para implantação de 26 unidades em 13 estados, que devem estar operando até 2014. As propostas contempladas no ano passado estavam localizadas em 24 Territórios da Cidadania.

ELEIÇÕES 2012:MAIS UMA VITÓRIA DE MAGAL

Como o Blog previa, o Candidato a Prefeito pela coligação Construindo uma Nova Bequimão – MAGAL DO PT – teve, nesta data, seu registro de candidatura deferido pela Juíza da 37ª Zona Eleitoral, passados 23 dias depois do pedido de Impugnação impetrado pelo Prefeito Antônio Diniz(PDT) e denuncias infundadas feitas ao Ministério Público.

Com o crescimento progressivo da candidatura do PT/PCdoB, o grupo político do prefeito Antônio Diniz começa a entrar em desespero, atacando lideranças que apóiam a candidatura Magal 13. “Nossa população já está saturada destes dois grupos que há décadas se revezam no comando do município e nunca conseguiram implementar um projeto de desenvolvimento econômico e social sustentável para Bequimão, deixando nossa cidade no atraso e nossa população abandonada. Um representa o atraso e o outro o abandono, por isso temos  que dar oportunidade a renovação e a mudança”, afirma o candidato a prefeito Magal.

Além de Magal, Robssinho teve também seu registro de candidatura deferido.

Em 31/07/12 já havia sido deferido o registro dos seguintes candidatos a Vereador pelo PT: Agnaldo; Neri; Silvio; Joca do Paricatiua; Cleidinho; Arinaldo; Manuel Belo; Elza; Joquinha.

TRE mantém decisão de juiz e proíbe propaganda eleitoral na TV em Caxias

Agora é oficial: Caxias não terá programa eleitoral na televisão. É que o Tribunal Regional Eleitoral manteve a decisão do juiz Clésio Cunha de proibir a propaganda eleitoral gratuita em rádios e TVs de Caxias.

O TRE decidiu a questão porque o juiz Sílvio Suzart, da 5ª Zona Eleitoral de Caxias, que substituiu Clésio Cunha, passou o “abacaxi” para a Corte Eleitoral decidir. Com isso, o magistrado saiu à francesa do quiproquó.

Quem acabou se “ferrando” na história da proibição da propaganda na TV foram os candidatos a prefeito Helton Mesquita, PSC, Mundico Teixeira, PT, Agostinho Neto, PSTU e Herbert Silva, PSOL.

Já Leonardo Coutinho, PSB e Paulo Marinho Júnior, PMDB dispõem de veículos de comunicação favoráveis às suas candidaturas.

Fonte: Blog do Douglas Ferreira

Lula confirma vinda a São Luis

Para o desespero de muita gente, o ex-presidente Luis Inácio Lula da Silva confirmou, na manhã desta segunda-feira (30), em São Paulo, que virá mesmo a São Luis para participar da campanha do candidato do PT a prefeito de São Luis, Washington.

O anúncio foi feito pelo próprio Washington na sua página do Facebook: “Ótimo encontro que tive com o presidente Lula. Ele confirmou sua vinda ao Maranhão e também a participação no nosso programa”, disse o candidato petista.

Não fosse pela “mídia militante” ninguém saberia dessa agenda. Veja:

Fonte: blog Robert lobato