Posts na Categoria: Eleições 2012

Eleiçoes 2012: Magal (PT) protesta perante a igreja por conta de cancelamento de debate

VEJA A ÍNTEGRA DE OFÍCIO ENCAMINHADO PARA A CÚPULA DA IGREJA CATÓLICA: 

 COLIGAÇÃO CONSTRUINDO UMA NOVA BEQUIMÃO-PT/PCdo B

Bequimão,10 de setembro de 2012

 Ao Exmo. e Revmo. Dom Ricardo Pedro Paglia,

Bispo da Diocese de Pinheiro.

Ao Revmo. Sr. Pe. Sandoval Ferreira Santos,

Pároco da Paróquia Santo Antonio e Almas.

 Assunto: Solicitação de debate

A Igreja Católica sempre teve um papel marcante na história política da humanidade. Em nossa cidade, acreditamos que o papel da Igreja não pode ser diferente, haja vista, a presença de sacerdotes sempre mais solícitos as causas do povo. Ficamos orgulhosos quando fomos informados do debate, pois sabíamos que a Igreja não se manteria neutra, muito menos privilegiaria um grupo político, mas daria continuidade a sua militância política. Um debate sério, promovido por uma instituição seria, é imprescindível para o avanço da democracia em nosso Município.

 Temos visto em vários meios de comunicação, em associações, escolas, o quanto um debate aberto é profícuo, não apenas para quem dele participa, mas, sobretudo para o povo, a quem nós, políticos e Igreja devemos olhar com todo carinho. Está na hora de mudar nossas campanhas políticas. Chega de criticas, deboches e picuinhas. Avancemos para a democracia. Por outro lado, precisamos de debates, propostas, alternativas e tudo o que for necessário para garantir que o eleitor faça uma escolha justa e sábia para o bem da população bequimãoense.  E isso é tão patente, que o povo aguardou ardentemente pelo debate, e ficou profundamente satisfeito, inclusive o povo das comunidades, que se organizou para vir assistir de perto.

 No entanto, sabemos o quanto é trabalhoso e exigente promover esse tipo de evento, pois são poucos os que se comprometem e muitos os que criticam. Todavia, não podemos nos abater por obstáculos tão insignificantes, e muito menos decepcionar o nosso povo. O que seria da democracia se não houvesse homens e mulheres comprometidos e dedicados? Como iremos mudar se continuarmos com os braços cruzados? O que seria da Igreja sem seus profetas? Não podemos procrastinar mais, um debate é apenas um passo, contudo, muito significativo.

Sendo assim, não poderíamos deixar de expressar, nosso descontentamento e nossa incompreensão, no tocante ao cancelamento do debate previsto para o dia 03/09/2012.  Nesse sentido, a Igreja não pode se eximir da sua missão social e política.  E por isso, pedimos que seja remarcado o debate. Temos até o dia 4 de outubro para realizá-lo. Por fim, nos colocamos a disposição para quaisquer esclarecimentos, ou ajuda se necessário.

Limitado ao exposto, fiquem com nossos votos de estima e consideração.                 

 

                                          Coordenação da campanha – Magal 13

Washington (PT) assina Pacto Nacional pela Juventude

O candidato da coligação “Juntos por São Luís”, Washington Luiz (PT), assinou nesta terça-feira (28), o Pacto Nacional pela Juventude, proposto pelo Conselho Nacional. O documento prevê um compromisso real do candidato com as diretrizes propostas pela Secretaria Nacional de Juventude, ligada à Presidência da República, para a melhoria da qualidade de vida de jovens em todo o Brasil. O secretário Nacional de Juventude do PT, Jefferson Lima, esteve presente ao ato.
O pacto foi proposto nacionalmente e apresentado aos candidatos a prefeito dos 5.565 municípios brasileiros, no intuito de estabelecer uma política municipal de apoio à Juventude em todo o país. Washington foi o primeiro candidato em São Luís a assumir e assinar o acordo.
A Política Nacional de Juventude é um compromisso recente no Brasil. Começou a ser desenhada em 2003, com a ascensão de Lula à presidência. Apesar de registrar avanços consideráveis na área, o Conselho Nacional de Juventude acredita que mais pode ser feito por essa fatia considerável da população: de acordo com dados do IBGE, 6,5 milhões de jovens não trabalha e não estuda. Além disso, 32,8% dos jovens entre 18 e 24 anos abandonaram os estudos sem completar a educação básica e apenas 12% chegaram a cursar o ensino superior. Os dados são de 2009.
O documento assinado por Washington tomou como base propostas apresentadas pelas Juventudes de 14 partidos, unidas a representantes das juventudes Negra, Católica, Evangélica e movimentos universitários de São Luís, que procuraram adaptar as diretrizes nacionais à realidade local.
Segundo Ana Tereza Ferreira, da Juventude do PT, a assinatura do pacto representa um compromisso concreto de Washington com os jovens da capital maranhense. “A iniciativa mostra a real intenção do candidato em implementar políticas públicas planejadas pela e para a juventude ludovicense”, analisa a estudante,
Dentre os compromissos apresentados pelo pacto, estão tarefas de implantação imediata, com a intenção de promover a emancipação da juventude por meio da consolidação de políticas específicas, tais como o combate ao crack, o investimento em educação profissionalizante, o combate às altas taxas de mortalidade entre jovens, o incentivo ao empreendedorismo juvenil, a ampliação dos espaços para disseminação de cultura e lazer para jovens, dentre outros.
Durante o ato da assinatura, Washington fez questão de lembrar que o documento já passa a fazer parte do plano de governo proposto pela sua candidatura. “São necessidades reais, identificadas pela própria Juventude”, relata o petista. “Assinar esse compromisso mostra a nossa intenção de ouvir a população, em todas as suas faces, e fazer de nosso governo uma gestão participativa e transparente”, assegura o candidato.

  Fonte: ass. de comunicação

Washington Luiz (PT) concede entrevista e mostra que tem projetos para São Luís

Educação, mobilidade urbana, responsabilidade social e gestão participativa. Estes foram alguns temas tratados na entrevista que o candidato da Coligação “Juntos Por São Luís”, Washington Luiz, concedeu na noite desta quarta-feira (22) no Sistema Mirante. Ao ser questionado sobre a coligação “Juntos por São Luís”, que reúne 14 partidos, o candidato destacou que somente com a união de todas as forças será possível solucionar os graves problemas de São Luis deixados em administrações anteriores.
 “A união de forças políticas, do governo do Estado e Federal será fundamental para fazer as mudanças que a nossa cidade precisa”, disse Washington Luiz.
Sobre educação Washington enfatizou que o ano letivo terá data certa para começar e terminar e que vai investir na escola em tempo integral.
“Vamos também implantar as creches para dar tranquilidade para as mães que precisam sair de casa para trabalhar”, ressaltou.
Washington também falou sobre as suas propostas para solucionar o caos no trânsito da cidade. Ele destacou a falta de planejamento e a necessidade de reordenamento, melhorando o sistema de transporte de massa com a implantação de um metrô de superfície integrado com o sistema de transporte já existente.
Outro ponto destacado foi a sustentabilidade. Washington falou que tem projeto para transformar o lixo em energia e criar postos de trabalho.
“ Com a coleta seletiva de lixo poderemos transformar o lixo seco em energia e o úmido em composto orgânico, gerando assim emprego e renda”, ressaltou.
Ao final da entrevista Washington voltou a destacar o apoio que recebe da governadora Roseana, da presidenta Dilma e do presidente Lula, nesta sua caminhada.
“Temos propostas reais e responsáveis para mudar a realidade da nossa cidade e vamos trabalhar para coloca-las em prática”, finalizou.
Educadora – Na manhã desta quarta-feira, Washington concedeu entrevista à Rádio Educadora e falou sobre suas propostas. Na área da Cultura e esporte anunciou que pretende criar a Secretaria Municipal de Cultura para trabalhar de forma estratégica a gestão cultural da cidade. “Vamos dar a atenção que a cultura merece em São Luís e trabalhar a gestão cultural de forma participativa com todos aqueles que fazem cultura em São Luís”, disse, acrescentando que São Luís terá em sua gestão um espaço cultural, específico para realização do carnaval.

No esporte, Washington Luiz disse que será instituído no município a Lei de Incentivo ao Esporte. “Além de estimular o esporte em nossa cidade, nas escolas, comunidades e bairros. O esporte será um forte aliado para combater o problema das drogas e tirar os jovens da marginalidade”, informou o candidato.
Ele finalizou destacando que sua gestão será marcada pela transparência, controle social e participação de todos. “Além do apoio dos governos Estadual e Federal, buscaremos administrar juntos com a sociedade civil organizada, movimentos sociais, igrejas, entidades de classe e demais setores para transformar São Luís em uma cidade sustentável, moderna e limpa”, concluiu.

Por unanimidade TRE confirma Candidatura de Magal para Prefeito de Bequimão

Como O Blog já Previa, Magal conquista mais uma importante vitoria no processo eleitoral em Bequimão. O recurso impetrado pelo atual Prefeito Antonio Diniz em que solicitava o indeferimento do registro da candidatura de Magal do PT foi rejeitado pelos juízes do TRE por seis votos a zero, ou seja, por unanimidade e de acordo com o parecer do Ministério Publico Federal, foi deferida a candidatura de Magal para Prefeito com o entendimento de que a coligação encabeçada pelo atual Prefeito não possui legitimidade para recorrer da decisão do juiz de primeira instância (Pinheiro) que já havia lhe garantido o registro de candidatura. Tal julgamento foi baseado em reiterada decisão do Tribunal Superior Eleitoral.

Além do registro de Magal foi deferido, também, com o mesmo placar, o registro da Candidata do PCdoB Graça Correia que segue firme pela conquista de uma vaga na Câmara Municipal.

Entenda o caso

Com a Candidatura crescente do Candidato Magal do PT o atual prefeito entrou em desespero total. No inicio do processo eleitoral garantia nos quatro cantos da cidade que o PCdoB não faria coligação com o PT sob a alegação que mantinha o controle do partido, fato este que se consolidou como sendo a sua primeira derrota para a coligação juntos construindo UMA NOVA HISTORIA. Em seguida entrou com pedido de impugnação de todos os candidatos a Vereadores da coligação PT/PCdoB e do seu candidato a Prefeito. O juiz eleitoral (Pinheiro) deferiu o registro da candidatura de Magal e de todos os vereadores. Não satisfeito o mesmo recorreu para o TRE e amargou, por enquanto, sua terceira derrota.

 Magal continua firma em campanha e volta a afirmar:

 “Nossa população já está saturada destes dois grupos que há décadas se revezam no comando do município e nunca conseguiram implementar um projeto de desenvolvimento econômico e social sustentável para Bequimão, deixando nossa cidade no atraso e nossa população abandonada. Um representa o atraso e o outro o abandono, por isso temos  que dar oportunidade a renovação, a mudança e garantir o sonho da terceira via”.

Pesquisa Data M: Castelo lidera seguido por Edivaldo Holanda Júnior. Washington já chega a 7,8% dos votos

Pesquisa realizada pelo Instituto Data M, dirigido pelo jornalista José Machado, mostra que João Castelo (PSDB) segue isolado na liderança pela disputa de prefeito de São Luis, seguido por Edivaldo Holanda Júnior (PTC) , logo em seguida vem Tadeu Palácio (PP) e Washington (PT).

Os números da pesquisa Data M, registrada em 14 de agosto de 2012,  através do protocolo 00093/2012 do TSE e que ouviu 800 eleitores, no quesito de intenção de voto estimulado, são os seguintes:

João Castelo (PSDB) – 33,2%

Edivaldo Holanda Júnior (PTC) – 22,4%;

Tadeu Palácio (PP) – 13,9%

Washington Luís (PT) – 7,8%

Eliziane Gama (PPS) – 5,8%

Haroldo Sabóia (PSOL) – 2,3%

Marcos Silva – (PSTU) – 1,6%

Edinaldo Neves (PRTB) – 0,4%

Essa nova pesquisa da Data M traz poucas novidades, ou seja, permanência natural de Castelo na liderança, crescimento esperado de Holandinha e queda acentuada de Tadeu Palácio, que pode ser explicada, principalmente, pelo desgaste que o candidato do PP sofreu nas últimas semana em função da luta contra a impugnação da sua candidatura.

A pesquisa mostra ainda que o candidato Washington, do PT, mantém tendência de crescimento e deve alcançar dois dígitos já nas próximas pesquisas, sobretudo depois do início dos programas eleitorais no rádio e na tevê.

E por falar no candidato Washington, o blog do jornalista Marco D’Eça comete um exagero ao considerar como “esvaziamento” a candidatura de Washington tão somente porque dois candidatos a vereador da coligação “Juntos Por São Luis”, liderada pelo petista, não têm sido leais ao candidato do PT.

Um é Osmar Filho (PMDB), candidato que concorre à reeleição e que todos sabem que só tem compromisso consigo mesmo. O outro é o candidato do PT, Marlon Botão, que cometeu o desatino de recorrer á Justiça para não ser obrigado a pedir voto para Washington no horário gratuito do TRE. Na verdade, um mero factoide de Botão ganhar um destaque na mídia, só isso.

São esses dois casos que fazem D’Eça falar em “esvaziamento” e “debandada” ao se referir à candidatura de Washington, como se pouca coisa fossem os apoios efetivos que Washington tem tido de candidatos como Fábio Câmara, Clara Moreira, Helena Duailibe, Kátia Lobão (todos do PMDB); e de Honorato, Kleber Gomes, Joab, Raimundão, Aluísio Moreno (todos do PT), Pedro Lucas Fernandes (PTB), entre tantos outros.

Mas é assim mesmo. Enquanto “as coisas não acontecerem”, leituras pessimistas da candidatura de Washington continuarão a ter destaque na blogosfera nativa, inclusive dos aliado.